REPORTAGENS REMASTERIZADAS 11 – PORTO ALEGRE SITIADA


poasitiada

Neste momento já tinha decidido pelo fim das atividades da 359 Online. Alguns de nós já conversávamos em fazer a Trilha Revista Digital, que tinha a proposta de um trabalho mais sério, comercial.

Naquele momento também tinha muitas dúvidas profissionais. Já tinha feito mais de dois anos de formado e não parecia que ia deslanchar. Então decidi por minha capacidade de repórter à prova.

Que tema seria tão marcante para fazer uma grande reportagem? No fim, lembrei de um, que estavas prestes a completar 10 anos. A rebelião que agitou algumas noites frias de Porto Alegre em 1994.

Foram pelo menos uns dois meses entre pesquisas, contatos, leituras, entrevistas e redação. No final, o site especial ficou pronto e foi ao ar na derradeira edição da 359 Online. De quebra, ainda levou o 2º lugar no Direitos Humanos em 2003 (o 1º foi meu também).

No fim, com essa prova pude percerber: eu tinha que continuar no caminho da reportagem. Por isso que, mesmo com a insistência até hoje de que muitos acham que rendo melhor em produção, insisto do outro lado que reportagem é meu chão. Enquanto não tinha chances, criava as minhas próprias e o resultado está aí. Esta foi a reportagem que me fez insistir e seguir nesse caminho até hoje, por isso é tão emblemática.

O legal seria colocar o site original, mas não achei sites de hospedagem grátis confiáveis. Por isso coloquei o texto no Google e ele pode ser acessado aqui. Mas alerto, a matéria é gigantesca. Vá lendo aos poucos ou me peça que mando o arquivo word.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s