REBOBINE, POR FAVOR


bekindrewind

Dentre tantos filmes de Oscar que vi nos últimos dias, vi um diferente nesta segunda: Rebobine, Por Favor, do glorioso Michel Gondry. Fantástico!

Alerto de cara: quem pensa que é algo tipo Brilho Eterno… nem pense nisso, é totalmente diferente, mas não deixa de ser espetacular.

A história é simples: um homem tem uma locadora de VHS num bairro em New Jersey. Apesar de ultrapassado, ainda tem alguns fiéis clientes. Um rapaz ajuda ele na locadora, e ele tem um amigo dono do ferro-velho em frente. Um dia o homem viaja, e deixa o rapaz cuidando da loja. O amigo, o do ferro-velho, entra na loja e desmagnetiza todas as fitas.

A solução? Filmar tudo de novo.  Eles fazem suas próprias versões dos filmes, as versões “suecadas”. O que eles não imaginam é o sucesso que as versões alternativas fariam na vizinhança.

Além de uma comédia genial, o filme traz uma comovente história de uma comunidade que luta para manter a tradição e a história de seu bairro. Gondry mostrou que sabe muito, e muito mesmo…

Abaixo o trailer do filme e sua versão “suecada”, feita pelo próprio Gondry.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s