DIÁRIO DE TÓQUIO 20 – SHIBUYA


Se tem um lugar no mundo onde há mais pessoas por metro quadrado é o Shibuya. Para se caminhar por aqui, tem que se seguir o fluxo da multidão, senão é engolida por ela.

imagem-182.jpg

Logo do metrô já é possível ver um dos principais pontos turísticos do bairro: o Hachiko. É uma estátua de um cachorrinho que, segundo a lenda, esperou pelo dono dele na estação por uma década.

imagem-184.jpg

Na esquina ficam alguns dos prédios onde são mostradas propagandas interativas. Como já disse antes, Tóquio é uma cidade que fala contigo (até porque as pessoas não falam, então precisa ter uma compensação).

Entrando pelas ruas, é possível descobrir algumas lojas bacanas. Uma delas é a Tower Records, uma das principais, senão a principal, na venda de CDs do Japão e do mundo. Também é possível encontrar uma loja de futebol, com camisetas de times do mundo inteiro (menos de times brasileiros) e artigos licenciados pela seleção japonesa.

Shibuya também pe bairro de vida noturna e, ao contrário do Roppongi, a libertinagem não é tão escancarada. Dessa vez não fiz noite, pois depois da experiência de ter feito a noite mais cara e pior da minha vida no Roppongi, preferi me abster e apenas curtir o lugar do lado de fora.

imagem-216.jpg

Enfim, aí está um lugar bacanhinha: o Shibuya…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s