DIÁRIO DE TÓQUIO 02 – KANDA MYOJIN


Saí do hotel e confesso que me perdi um pouco, mas os mestres budistas e xintoístas estão do meu lado e me colocaram no caminho do primeiro destino: o Kanda Myojin.

 kandamyojin01.jpg

A primeira coisa que se pensa é: como pode ter um lugar com muita paz e tranquilidade no meio do fervo? Pois é. Aqui toda a agitação sai de cena e entra uma paz de espírito…

 kandamyojin04.jpg

De cara já encontramos os dois guardiães Udajin e Sadajin. Escritos e placas com outros escritos em japonês são penduradas no local.

 kandamyojin15.jpg

O legal é acompanhar os japoneses fazendo seus ritos nos locais. Na entrada do templo, eles se lavam com a água que sai da boca de uma pequena estátua de um dragão. No santuário, as pessoas jogam uma moeda, se curvam e batem palmas fazendo seus pedidos. Em outra estátua, as pessoas dão a volta 100 vezes por ela (Acredito que seja Daikoku, um dos sete deuses da sorte), como me explicou um senhor que ali estava.

kandamyojin16.jpg

Também podemos ver alguns monges trabalhando no santuário, todos vestidos à caráter. enfim, se um lugar é perfeito para buscar paz no meio do tumulto, esse local é ali.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s