A CAMINHO DE TÓQUIO 16 – SANTUÁRIO MEIJI


 meiji.jpg

O mais importante santuário xintoísta de Tóquio, o Meiji Jingu data de 1920. Os restos do imperador Meiji (reinou de 1868 a 1912) e de sua esposa estão no local. O santuário foi destruído por bombardeios em 1945 e reconstruído com doações privadas em 1958.

Uma ampla avenida de pedregulhos iniciada sob um enorme torii (portão) e sombreada por cedros leva ao santuário.
Pouco além do portão, à esquerda, fica a entrada para o Jardim Nai-en, o favorito do casal imperial Meiji. Dizem que o próprio imperador projetou o jardim para sua imperatriz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s