“O AMOR É UMA DOR”


Estava eu aqui vendo Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas (acho até que será a dica cultural de amanhã) e me passou a cena onde o personagem principal se apaixona por uma mulher e leva três anos para conquistá-la com gestos surpreendentes.

E fiquei pensando até quando esse tipo de coisa funciona. Eu já fui mais romântico e ainda me considero assim, mas talvez as experiências anteriores me fizeram ser mais gelado com isso. Tive quatro namoradas. O fim com a primeira foi de partir o coração, mas era a primeira, foi mais porque não sabia disso. Depois veio a segunda e fiquei uns dias chateado. A terceira e a quarta nem dei bola.

Mas me preocupo em não ter dado bola. Mas talvez falte hoje em dia esse sentimento nas pessoas e me tornei igual. Talvez falte essa pieguice, de alguém fazer um ato louco de amor para agradar a pessoa amada ou até mesmo conquistar. Hoje em dia as pessoas casam e namoram pela conveniência de ter alguém, não estarem sozinhas.

Talvez seja por isso que eu esteja sozinho, não quero alguém para apenas dizer que estou com alguém, é preciso sentir o amor… Mas hoje em dia, como diria um cidadão que participou de um desses programas de TV, “o amor é uma dor”.

Ok, chega de filosofia…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s